_Blog_

Blog

Integração entre setores da empresa garante melhores resultados

Tags:, , , , , , , , , , , , , , Artigos, Destaque, Institucional, Mercado
featured image

Que a integração de sistemas e tecnologia é importante para otimizar os processos de trabalho em uma empresa, aumentar sua produtividade e rendimentos, já falamos por aqui. Desta vez, viemos mostrar como a integração entre os setores é essencial para intensificar estes resultados e torná-los cada vez mais positivos.

SAIBA MAIS: INTEGRAÇÃO ENTRE SISTEMAS AUMENTA PRODUTIVIDADE DE EMPRESAS

Quando isso envolve as áreas de gestão de pessoas, unidades de desenvolvimento e marketing, que trabalham em sintonia, alinhando processos e prevendo estratégias, aumentam os ganhos para a empresa. Assim, manter as equipes de diferentes setores em sincronia incentiva o engajamento dos colaboradores para que a qualidade do serviço seja percebida em toda rotina da empresa. Continue a leitura e descubra como isso acontece aqui na Kbase.

Como a Kbase realizou na prática a integração entre setores da empresa

Fiz a minha graduação em gestão comercial pela Unisinos e, sempre que ouvíamos falar em marketing, percebia-se o preconceito com uma área ainda muito desacreditada no mercado. Se fôssemos perguntados sobre quem considerava o marketing importante, da sala abarrotada de pessoas, apenas dois ou três levantariam a mão. E ainda, quando questionados sobre quem usava o setor para alavancar os negócios da empresa, o cenário seria o mesmo ou até pior. Absorvendo esse tipo de comportamento e fazendo como qualquer humano movido por instinto, segui minha vida achando que isso não faria diferença em minha atuação na área de vendas.

 integração entre setores da empresa

Uso essa explicação para você entender que já estive em seu lugar e também respondia: “Senhor, sei que o marketing não presta e não preciso dele”. Mas no último ano passei por um processo de desconstrução de valores quanto a esse tema e de uma empresa como um todo.

Algumas definições aqui precisam cair antes que eu dê continuidade a nossa discussão. Marketing não é só os 4 Ps, tá? Muito menos aquela equipe que só produz SPAM pros clientes, ok?

SAIBA MAIS: SETE MOTIVOS PARA EMPRESAS INVESTIREM EM MOBILIDADE DA INFORMAÇÃO

Antes de seguir, também vale lembrar que eu não sou formada em marketing. Esta é apenas uma aplicação do que estamos visualizando enquanto mercado e necessidade da nossa empresa, sem qualquer pretensão de impor regras.

Neste processo de reavaliação do marketing como ferramenta estratégica para a Kbase, realizamos várias dinâmicas e vimos que, principalmente no ramo de soluções complexas e especializadas temos que usá-lo em sua integralidade, porque ele compreende toda a empresa, apesar da maioria das pessoas não pensar nisso.

O momento em que conseguimos absorver essa informação e aplicá-la foi transformador. Sem querer impôr conceitos, é preciso entrar um pouco neste assunto. Por isso, usamos as definições de atração, captação, retenção e fidelização para entender o que já fazíamos e o no que precisávamos investir. Para nossa surpresa, estávamos fazendo somente captação e retenção, achando que não precisávamos de todo o resto.

Comercial, marketing gestão de pessoas e desenvolvimento: uma parceria de sucesso

Como consequência do estudo sobre o que era necessário melhorar na Kbase, trouxemos uma empresa especializada em comunicação para desenvolver nossa atração e captação, que vem desde clientes a colaboradores. Fomos minuciosos quanto a esse item, escolhemos a dedo com quem trabalharíamos para não gerar o famoso SPAM. A resposta está vindo rápido, bem mais do que pensávamos.

Mas essa mudança não foi o que mais impactou. Entender o seu processo de entrega e sua metodologia te traz bagagens que fazem toda a diferença no bate-papo com o cliente. Trazer a opinião do comercial para a operação e vice-versa traz ganhos de conhecimento e entendimento de participação do todo.

Reuniões sistemáticas do comercial com a operação também foram transformadoras, as sinergias começam a aparecer quando as pessoas estão pensando no mesmo objetivo. Um exemplo disso foi a presença de um colaborador ocioso em uma semana e, a partir da interação entre os setores, mobilizamos uma ação de negociação com clientes em foco e conseguimos ocupar o tempo deste profissional dentro de um projeto que estava previsto somente para o mês seguinte e assim fechar negócio.

BAIXE AGORA: PORQUE DESENVOLVER UM SOFTWARE PERSONALIZADO

Com isso, já alcançamos um nível de conhecimento em que podemos antecipar determinadas ações em projetos, engajar os clientes às entregas e participar da construção de valor entregue ao usuário final.

Para resumir toda esta evolução até o momento, pode-se dizer que começamos a pensar como uma unidade em busca do mesmo objetivo: entregar projetos  com qualidade e atenção ao atendimento do cliente. A partir de agora, ele não é mais de uma pessoa, mas sim do marketing que compreende a empresa toda, desde a recepção até a entrega, cada um na sua dimensão, responsabilidade e preocupação que vão resultar em satisfação dos envolvidos e que faz parte de nossa missão de empresa.

Com este breve contexto sobre nossa realidade, onde mostramos como foi o processo para unificar as ações com o cliente substituindo o departamento comercial pelo time de marketing, esperamos que você também possa melhorar os resultados de sua empresa.

 

*Artigo desenvolvido pela executiva de vendas da Kbase, Luana Knob.

Related Posts

  • Sites híbridos ou PWA
  • usabilidade e produtividade em TI
  • linguagem-JavaScript
  • gestão-de-equipe-ágil