_Blog_

Blog

Profissionais de TI: como driblar os desafios de contratar e reter talentos

Tags:, , , , , , , , , , , , Destaque, Institucional, Mercado No comments
featured image

O mercado da tecnologia da informação está em constante crescimento  e as contratações não param de acontecer, uma vez que as empresas investem cada vez mais nesta área para melhorar seus processos de trabalho. Enquanto temos uma crescente demanda de especialistas que atuam com tecnologia da informação, por outro lado, existe uma complexidade no processo que envolve a contratação dos profissionais de TI. Isto porque muitas tecnologias ou linguagens ainda são pouco utilizadas ou mudam constantemente, o que torna mais custoso encontrar candidatos com todos os requisitos necessário para vagas mais específicas.

SAIBA MAIS: INTEGRAÇÃO ENTRE SISTEMAS AUMENTA PRODUTIVIDADE DE EMPRESAS

Na Kbase, não é diferente. A aposta da empresa em trabalhar com uma variedade de tecnologias que abrangem desde as mais usuais até as mais recentes linguagens, como a Node.js, ou a Progress, dedicada a um nicho específico do mercado, esbarra na dificuldade em encontrar profissionais especializados nestas áreas.

profissionais de TI

Isto acontece porque hoje a necessidade do mercado em ter profissionais especializados em determinadas tecnologias ainda não é suprida pelas instituições de ensino superior, que ainda continuam formando generalistas na área sem redesenhar seus modelos curriculares para acompanhar a realidade da área.

Quando encontramos este colaborador, é preciso oferecer um ambiente de trabalho atrativo e que incentive sua formação contínua para se manter atualizado às novidades do setor.

Como reter profissionais de TI

No universo corporativo, bem mais que oferecer remuneração de acordo com a qualificação do candidato, a seleção de novos colaboradores precisa identificar as habilidades de cada concorrente e alinhá-las à sua personalidade. Só assim um bom líder conseguirá extrair o máximo deste profissional, oferecer a ele um ambiente de trabalho que seja favorável a seu desenvolvimento e, consequentemente, que seu desempenho seja de alto rendimento.

Salários pouco atrativos e falta de oportunidades de crescimento são alguns dos motivos que levam os profissionais a buscarem novos locais de trabalho. Na Kbase conseguimos reverter este cenário e manter os profissionais em nosso time quando mostramos a situação em que nos encontramos. O crescimento profissional existe de uma forma atípica comparado ao mercado, temos desafios e estimulamos nossa equipe a se envolver no processo total da empresa para uma visão sistêmica.

profissionais de TI

Independentemente do tamanho da empresa ou da equipe de trabalho, a proximidade entre líderes e colegas deve ser o norte para definir estratégias de motivação do time. Somente conhecendo seus colaboradores é possível identificar quais estímulos os incentivam a trabalhar mais dispostos e converter isso em ações para serem aplicadas no dia a dia.

Por isso que aqui a motivação é conquistada através de um ambiente agradável de trabalho e sem significativa pressão nos colaboradores. Possuímos excelência nas linguagens que utilizamos e isso reflete no perfil de nossa equipe que adquire vasta experiência e competência profissional. Como forma de motivar ainda mais os colaboradores, a Kbase implementou a cultura de feedback que tem como objetivo estimular o reconhecimento dos profissionais na empresa e orientá-los para o melhor desempenho. Isso mantém em harmonia com as expectativas que a empresa tem de cada um.

SAIBA MAIS: MOBILIDADE DA INFORMAÇÃO EM EMPRESAS: SETE MOTIVOS PARA INVESTIR

Além disso, instituímos a política de PPR que, a partir de 2019, será contabilizada  conforme índices coletivos e individuais. Também estamos desenvolvendo uma gestão compartilhada, onde convidamos nossos talentos para desenvolvermos, em conjunto, o planejamento estratégico por unidades de negócios e, consequentemente, todos trabalham unidos para desenvolvimento pessoal, do grupo e da empresa.

Aqui na Kbase, o desafio estabelecido é despertar em todos os colaboradores o sentimento de dono. Não apenas dono da empresa, mas sim dono do problema, do cliente e da solução. A busca pelo engajamento está relacionada ao propósito estabelecido. Ao envolver os colaboradores na gestão compartilhada não tínhamos apenas o desejo de saber o que cada um pensava e sim o desejo de que cada um participe da construção dos resultados e, consequentemente, colha os frutos disto. Sem que tenhamos esse nível de envolvimento, não acreditamos na construção de uma organização sólida e ligada a este novo século.

*Artigo desenvolvido pela coordenador de Gestão de Pessoas da Kbase, Leticia Martins.

Related Posts

  • java
  • suporte-sustentacao-AMS
  • outsourcing
  • sistemas legados

Add your comment