_Blog_

Blog

Outsourcing em TI: o desenvolvimento da parceria entre Kbase e Grendene

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , Artigos, Cases, Clientes, Destaque, Mercado, Serviços
featured image

O investimento em tecnologia da informação no Brasil está em constante crescimento. Desse modo, a dificuldade para encontrar mão de obra qualificada também cresce. Por isso o serviço de outsourcing em TI vem sendo uma importante estratégia para a Kbase. 

O nosso quadro de funcionários alocados em clientes cresceu 50% em 2020. Esse crescimento foi resultado da conquista de novos parceiros e também de renovações com os de longa data, entre eles a Grendene

A Grendene é uma empresa brasileira do setor calçadista e dona de marcas como Grendha, Melissa, Ipanema, Rider, Zaxy, entre outras. Além de já conhecer essas marcas, você provavelmente já usou ou usa algumas delas. 

O assunto que será abordado aqui é a parceria que desenvolvemos junto com este cliente. Você irá acompanhar a trajetória até o início da nossa parceria em outsourcing. E para explicar tudo direitinho, faremos uma linha do tempo.

A kbase nasceu do progress

Antes de tudo, vamos contar como a Kbase nasceu. Tudo começou na extinta Datasul, uma multinacional pioneira no desenvolvimento de soluções integradas de softwares de gestão empresarial, para a qual os fundadores faziam consultoria como programadores.

Nessa época eles já prestavam serviços pontuais para diversas empresas que utilizavam sistemas ERP, e a Grendene era uma delas.

Alguns anos se passaram e em 2004 os fundadores decidiram abrir uma empresa de tecnologia. Como a linguagem utilizada para desenvolvimento dos sistemas na Datasul era o Progress, a Kbase nasceu com conhecimento de sobra nesta linguagem de programação. E por conta disso, em pouco tempo já contava com uma equipe de alto nível especializada em Progress.

erp progress datasul

Por consequência dessas experiências, em 2008 ministramos os treinamentos para que a Grendene montasse o seu próprio time Progress. Participar de um momento como esse foi extremamente gratificante. 

Mas após este projeto uma nova oportunidade surgiu apenas em 2013, quando participamos de uma concorrência. No entanto, se tratou de uma disputa acirrada que acabamos não vencendo. 

Apesar disso, desistir nunca esteve nos planos. O time de vendas seguiu trabalhando nas estratégias de relacionamento, o que resultou no projeto de implantação da fábrica de matrizes em 2015.  

A participação nesse projeto foi simbólica porque abriu portas, isso por conta da sinergia entre as equipes e qualidade nas entregas. 

SAIBA MAIS: OUTSOURCING EM TI – CASE TUMELERO

O início da parceria em outsourcing

Como resultado dessa trajetória, em 2017 se iniciou a parceria em outsourcing com um colaborador alocado na Grendene.

O Luiz Felipe está lá desde então, a cada dia mais alinhado com a cultura da empresa. Recentemente ele deu um feedback sobre essa experiência, dá só uma olhada:

“Eu comecei a trabalhar na Grendene em Setembro de 2017. As primeiras impressões foram ótimas, a equipe foi super parceira para passar os conhecimentos com as ferramentas em que trabalhavam.

O ambiente sempre foi bom, onde sempre que precisei de ajuda a obtive de forma rápida e fácil.

Inicialmente fui trabalhar no Projeto do PLM, entregamos a primeira onda no início do ano passado. Agora o projeto se encontra em stand by. 

Penso que o maior desafio foi lidar com o ambiente Web da Grendene, pois anteriormente só havia trabalhado com o produto padrão TOTVS. Então tive que me aperfeiçoar principalmente em Javascript, para poder lidar com as necessidades do dia a dia.

Além do Projeto do PLM, participei do Projeto de Reposição Automática e pontualmente no projeto do TMS. Sem contar outras demandas do dia a dia do cliente.

Hoje utilizo o Progress e quando necessário Javascript e estou focado nas demandas do departamento de Exportação.”

a importância do feedback para o outsourcing em tecnologia

O serviço de outsourcing é desafiador em diversos aspectos. Mas por outro lado, proporciona experiências valiosas e evolutivas. E um dos maiores aprendizados vem sendo sobre a importância da comunicação.

A importância da comunicação para o desenvolvimento da parceria

Atualmente a Kbase mantém o relacionamento através de contatos cíclicos e feedbacks, a fim de desenvolver relações baseadas na transparência. 

Por isso chamamos o Enio Moroni, supervisor de TI da Grendene, para trazer um feedback falando sobre a experiência deles com a gente. Confere aí:

“Quando estávamos em busca de recursos para o time de TI, o maior obstáculo foi encontrar um parceiro que se adaptasse a nossa cultura e que pudesse formar uma parceria de longa data.

A Kbase nos atendeu pela gestão voltada ao cliente, percebendo facilmente o melhor modelo de trabalho e negociação de algo que pode/deve ser alterado.

Desde então obtivemos ótimos resultados, como trabalhos entregues com alta qualidade, dentro dos prazos estabelecidos e profissionais alinhados com nosso DNA de trabalho. 

Destaco também o conhecimento amplo em análise e desenvolvimento e a rápida adaptabilidade ao ambiente de trabalho.

É uma empresa comprometida, parceira e transparente em todos os trabalhos realizados.”

Definitivamente, a reflexão que fica é sobre a valorização dos feedbacks, tanto com clientes quanto com colaboradores. Afinal, é dessa forma que conseguimos medir os resultados das nossas estratégias e ações.

Entretanto, vale ressaltar que não existe uma formula mágica. Nem sempre será possível alcançar a tão desejada transparência. Mas com toda a certeza priorizar a comunicação é um caminho capaz de desenvolver histórias de sucesso, como essa aqui.

E você, tem realizado feedbacks com seus parceiros?

SAIBA MAIS: OUTSOURCING EM TI – A EVOLUÇÃO DA PARCERIA ENTRE KBASE E MBM

Related Posts

  • outsourcing de ti
  • DevOps
  • cultura de engajamento
  • Kanban