_Blog_

Blog

Kanban: uma cultura ágil para o desenvolvimento de software

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , Destaque, Institucional, Mercado, Serviços
featured image

Se você acha que conhecer e aplicar métodos ágeis para o desenvolvimento de softwares é apenas um diferencial, pode mudar de ideia. Essa é uma necessidade que virou pré-requisito na hora de contratar a empresa para desenvolver seu projeto. Assim, o Kanban ganha cada vez mais espaço entre os profissionais de TI.

Mas o que isso tem a ver com o produto final que vai chegar pra você? Kanban é um termo japonês que significa cartão visual. E é exatamente isso que propõe aos desenvolvedores: utilizar técnicas visuais para identificar e otimizar processos. Assim, conseguem propor melhorias, eliminar falhas e otimizar cada etapa dos projetos promovendo o aperfeiçoamento contínuo.

SAIBA MAIS: GESTÃO DE EQUIPE ÁGIL: COMO QUALIFICAR SEU TIME DE DESENVOLVIMENTO

Outro fato sobre este sistema ágil é sua utilização para implementar os princípios de Lean Manufacturing. Eles se referem ao sistema Toyota de produção, empresa que desenvolveu o Kanban para aplicar em seus negócios. Ao aliar Kanban e Lean, é possível focar na eliminação de desperdícios para melhorar a qualidade, o tempo e o custo de produção.

sistema Kanban

Mas não é só isso, existem vários motivos para você contar com uma equipe que utiliza o Kanban para desenvolver seu software. Veja alguns a seguir.

Motivos para trabalhar com Kanban

– Entregas contínuas e a qualquer momento

– Possibilidade de revisão e readequação das prioridades

– Transparência e melhor visualização do fluxo de trabalho

– Redução das iterações

– Aplicação de melhorias contínuas com contribuição de toda equipe

Como aplicar Kanban no desenvolvimento de softwares

Não existe um modelo ou quadro padrão para aplicar o Kanban no dia a dia. O importante é que ele seja visual e funcional. As cores e os tamanhos dos cards são fundamentais para a equipe entender as tarefas prioritárias do projeto em desenvolvimento. Isso facilita a produtividade do time e favorece a entrega contínua, sem precisar de longos debates e datas específicas. Basta o card conter todas as definições sobre o que precisa ser feito, e a funcionalidade ter qualidade para que se possa entregar a melhoria.

SAIBA MAIS: VANTAGENS DA METODOLOGIA ÁGIL NO DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

Complementar ao Kanban, temos a metodologia Lean, que preza a eliminação de desperdícios. Assim, seguindo seus princípios, um novo requisito só pode ser adicionado ao projeto em desenvolvimento quando existe maturidade para isso. Ou seja, não podem existir incertezas do que se deve desenvolver, para mitigar o retrabalho por conta de mudanças.

sistema Kanban

Nesse contexto, é preciso analisar e visualizar o fluxo de trabalho para entender como o processo de desenvolvimento de software da equipe funciona. Essa etapa é importante porque, ao contrário de outros métodos que exigem mudanças desde o início, o Kanban e o Lean são adaptáveis a praticamente todas as culturas e focam na evolução dos processos. Mostramos adiante alguns conceitos fundamentais para utilização das ferramentas Kanban e Lean.

Workflow

Serve para visualizar o fluxo de trabalho e apontar o que de fato está sendo executado. Permite enxergar o todo e onde estão os gargalos de desperdício. Assim, todos os envolvidos podem enxergar o seu contexto e o do outro, aumentando a comunicação e a colaboração entre eles. Também facilita a previsibilidade em relação à capacidade produtiva da equipe.

Work In Process (WIP)

Com essa prática pode-se limitar a quantidade de trabalho em andamento. Isso é importante para equilibrar o ritmo da equipe, sem que uma tarefa demande tempo demais ou que haja ociosidade em alguma área.

SAIBA MAIS: COMO ENTREGAR VALOR COM SCRUM NO ATENDIMENTO DE PROJETOS

Gerenciar e medir o fluxo

Com a limitação da quantidade de trabalho, outra prática entra em cena para gerenciar e medir esse fluxo. Enxergando como as atividades fluem é possível coletar métricas e indicadores de onde é preciso melhorar.

Implementar feedbacks

Esta é a prática que mostra se a entrega realmente atende ao que é esperado pelo cliente. Com feedbacks periódicos é possível identificar essas necessidades e o quanto o projeto irá contribuir para atendê-las. Além disso, essa troca aliada às validações constantes, contribuem para minimizar riscos e aumentar a qualidade do produto.

Related Posts

  • cultura de engajamento
  • Apps com React Native
  • Sustentação TOTVS/Datasul:
  • flexibilidade e estratégia na área de TI